GT Clima

Composição

1. Ação Popular APONG/PR
2. Assembléia Permanente de Entidades do Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro – APEDEMA
3. Associação Alternativa Terrazul
4. Associação Nascente das Águas Puras – ANAP
5. Associação Potiguar dos Amigos da Natureza – ASPOAN
6. Centro de Estudos e Práticas de Educação Popular – CEPEPO/FAOR
7. Coalizão Rios Vivos
8. Comissão de Meio Ambiente da CUT/SP
9. Contato Agência Aquariana
10. Federação dos Órgãos para Assistência Social e Educacional – FASE
11. Fórum de Debates de Energia de Rondônia – FOREN
12. Fundação Águas do Piauí – Funaguas
13. GESTA – UFMG
14. Greenpeace Brasil
15. Grupo de Entidades Ambientalistas da Bahia – GAMBA
16. Grupo de Recomposição Ambiental – GERMEN/BA
17. Grupo de Trabalho Amazônico – GTA
18. Instituto Ambiental Vidágua
19. Instituto Ambiental/CE
20. Instituto de Estudos Ambientais – Mater Natura
21. Instituto de Pesquisa Ambiental – IPAM
22. Instituto Ipanema
23. Instituto Terra de Preservação Ambiental
24. ISAN
25. Instituto População, Sociedade e Natureza – IPSN
26. Movimento de Ecologia Social – Os Verdes
27. Núcleo Amigos da Terra – RS
28. Pangea – Associação Ambientalista Internacional
29. Sociedade Angrense de Proteção Ecológica – Sapê
30. Sócios da Natureza/SC
31. Sindicato dos Trabalhadores Petroleiros – SINDIPETROS/SP
32. Vitae Civilis – Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz
33. WWF Brasil

Coordenação

Instituto Vitae Civilis (SP)
Rubens Harry Born
rborn@vitaecivilis.org.br

ASPOAN (RN)
Francisco Iglesias
xisblu@yahoo.com.br

GTA
Adilson Vieira
adilsonv@vivax.com.br

Eventos

No seu plano de atividades para 2007, o GT Clima preve a realização de uma seminário sobre política nacional de mudança de clima, envolvendo vários GTs do FBOMS e outras redes da sociedade civil brasileira.  Também pretende realizar reunião do GT Clima para atualizar a Plataforma temática do FBOMS e definir prioridades de ação nacionais e internacionais. Ainda para incidir sobre os compromissos do Brasil para a redução de emissões de gases de efeito estufa, o GT Clima planeja realizar um dialogo inter-setorial com interlocutores de organizações de diversos segmentos (governo, empresas, comunidade científica, ONGs e movimentos sociais) para discutir cenários para o regime mundial de mudança de clima após 2012, coincidindo com a conclusão do primeiro período de compromisso do Protocolo de Kyoto.

Documentos

Relatórios

Documentos oficiais


Powered by http://wordpress.org/ and http://www.hqpremiumthemes.com/